quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

1º Lugar no concurso do Instituto Cultural Brasil Japão

É com imensa felicidade que compartilho a notícia, meu aluno do 9º ano do ensino fundamental, Matheus Braga Couto, sagrou-se vencedor na categoria produção de vídeo. O seu belíssimo trabalho tornou-se uma prova do seu talento, que não é de hoje, para as questões visuais no campo das Artes.




Parabéns Matheus, com apenas meia hora de "Brain Storm" você foi capaz de entregar um trabalho vencedor, e no dia seguinte! Vamos aguardar a chegada do seu prêmio, um lindo notebook de última geração. O meu prêmio é vê-lo feliz, e isso você já me presenteou. 

A matéria na íntegra você lê aqui: 


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

É o coro ou é o couro?

Então amigos, é o couro ou é o coro, pois sim, essa é a dúvida que paira na estratosfera do meu ser, lá aonde as ideias habitam e a ciência ainda engatinha para desvendar seus mistérios.
Talvez os estudiosos e os cientistas da Universidade da Califórnia devam pesquisar como os brasileiros se comportam neurologicamente. Como um país como o nosso, cheio de diferenças culturais, sociais, espirituais, sexuais e porque não dizer intelectuais, é capaz de reproduzir unânime um texto obscuro, mas com requintes que só o jornalismo contemporâneo é capaz de produzir, em uma só voz e em tempo recorde?

ISSO É FANTÁSTICO (sem aquela distorção metafórica na imagem...).


Com a distorção do seu jornalismo...


É o coro? Talvez não amigos, talvez seja o couro! A ciência da cognição afirmaria categoricamente que o fato só seria possível através de uma resposta condicionada. Isso mesmo, somente com uma reprodução constante e maciça de uma ideia através dos meios de comunicação é que chegaríamos a tal situação. Pois é, chegamos...

É o nosso couro que está na mira dos poderosos, e isso fica evidente diante da certeza tatuada nas mentes mais simplórias, diante do massacre imposto ao atual governo. O que eles estariam querendo impedir? Quem sabe se o atual governo estabelecesse que os funcionários federais ganhassem o mesmo piso baseado na sua escolaridade, e quem sabe um professor ganhasse como um médico, ou mesmo ganhasse o seu salário de sobreaviso?

O fato é que algo que não vemos e que é de suma importância se aproxima, e as forças contrárias estão travando uma verdadeira batalha para que isso chegue ou não até nós, que essa nova ordem social se estabeleça ou não. Para que você não fique com a ideia de que só há boas intenções nesse governo (admitindo a paridade salarial como algo bom), imaginamos o contrário, imaginamos que o que está para vir se pareça com um regime extremamente aberto, aberto ás ideias contemporâneas sobre a legalidade do aborto, pena de morte, porte legal de arma, legalização medicinal da maconha e a sua descriminalização, redução das forças opressoras e aumento salarial dos professores... Enfim, teste a sua criatividade, o que não dá é todos nós em uma só voz gritar esse jargão, essa certeza invisível de que só há ladrões no PT.