quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

1º Lugar no concurso do Instituto Cultural Brasil Japão

É com imensa felicidade que compartilho a notícia, meu aluno do 9º ano do ensino fundamental, Matheus Braga Couto, sagrou-se vencedor na categoria produção de vídeo. O seu belíssimo trabalho tornou-se uma prova do seu talento, que não é de hoje, para as questões visuais no campo das Artes.




Parabéns Matheus, com apenas meia hora de "Brain Storm" você foi capaz de entregar um trabalho vencedor, e no dia seguinte! Vamos aguardar a chegada do seu prêmio, um lindo notebook de última geração. O meu prêmio é vê-lo feliz, e isso você já me presenteou. 

A matéria na íntegra você lê aqui: 


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

É o coro ou é o couro?

Então amigos, é o couro ou é o coro, pois sim, essa é a dúvida que paira na estratosfera do meu ser, lá aonde as ideias habitam e a ciência ainda engatinha para desvendar seus mistérios.
Talvez os estudiosos e os cientistas da Universidade da Califórnia devam pesquisar como os brasileiros se comportam neurologicamente. Como um país como o nosso, cheio de diferenças culturais, sociais, espirituais, sexuais e porque não dizer intelectuais, é capaz de reproduzir unânime um texto obscuro, mas com requintes que só o jornalismo contemporâneo é capaz de produzir, em uma só voz e em tempo recorde?

ISSO É FANTÁSTICO (sem aquela distorção metafórica na imagem...).


Com a distorção do seu jornalismo...


É o coro? Talvez não amigos, talvez seja o couro! A ciência da cognição afirmaria categoricamente que o fato só seria possível através de uma resposta condicionada. Isso mesmo, somente com uma reprodução constante e maciça de uma ideia através dos meios de comunicação é que chegaríamos a tal situação. Pois é, chegamos...

É o nosso couro que está na mira dos poderosos, e isso fica evidente diante da certeza tatuada nas mentes mais simplórias, diante do massacre imposto ao atual governo. O que eles estariam querendo impedir? Quem sabe se o atual governo estabelecesse que os funcionários federais ganhassem o mesmo piso baseado na sua escolaridade, e quem sabe um professor ganhasse como um médico, ou mesmo ganhasse o seu salário de sobreaviso?

O fato é que algo que não vemos e que é de suma importância se aproxima, e as forças contrárias estão travando uma verdadeira batalha para que isso chegue ou não até nós, que essa nova ordem social se estabeleça ou não. Para que você não fique com a ideia de que só há boas intenções nesse governo (admitindo a paridade salarial como algo bom), imaginamos o contrário, imaginamos que o que está para vir se pareça com um regime extremamente aberto, aberto ás ideias contemporâneas sobre a legalidade do aborto, pena de morte, porte legal de arma, legalização medicinal da maconha e a sua descriminalização, redução das forças opressoras e aumento salarial dos professores... Enfim, teste a sua criatividade, o que não dá é todos nós em uma só voz gritar esse jargão, essa certeza invisível de que só há ladrões no PT.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

A violência é cultura?

Estamos vivendo um período muito conturbado, e em todos os níveis; há uma excessiva violência nas atitudes rotineiras das pessoas e não importa o padrão econômico, social ou função, o ser humano contemporâneo está cada vez mais violento. Será que estamos sendo educados para ter esse tipo de resposta as intempéries do dia a dia?

A violência tem se manisfestado de diversas formas, os religiosos ortodoxos, por exemplo, tem condenando todos que não seguem a "risca" os seus dogmas religiosos, e ainda que haja algum fundamento na "palavra", o juiz que irá nos julgar não será, certamente, um ser humano, bom, pelo menos é o que está escrito no grande livro.

Não só na religião, mas também em vários aspectos da nossa sociedade a violência tem encontrado lugar, encontrado a "brecha" social, algumas formas bem corriqueiras de violência ainda encontram suporte, como se algum tipo de violência pudesse ter uma justificativa. O pior é que a violência tem sido praticada por pessoas que são consideradas "um modelo" pelos seus irmão naturais.

O título do post é uma provocação à nossa capacidade de perceber o que realmente está acontecendo; será a violência também um patrimônio cultural de algumas comunidades e por isso aceita? Outro dia uma pessoa foi assassinada no município, no dia em que essa pessoa foi morta covardemente com um tiro na nuca a cidade já tinha uma versão para o que havia acontecido, e foi muito triste perceber o quanto a comunidade parece ser simpática e até mesmo entender um assassinato passional.

Francamente!

E por ai vai, na carona do absurdo pessoas que deveriam ter respeito pela sua própria função, pelo seu trabalho, usam da prerrogativa de "bons cidadãos" para provocar e mesmo para ameaçar outras pessoas, e infelizmente a comunidade assiste como se fosse razoável alguém tripudiar outra pessoa por um motivo passional.

O que eu posso dizer é que muitos só encontram uma saída violenta para os seus fracassos por que são de fato pessoas violentas e perigosas, nunca demonstraram isso pois as coisas aconteciam dentro de uma "normalidade". Mas basta algo acontecer que não favoreça esse tipo de pessoa e logo logo o seu pior vem à tona. Pior mesmo é o resultado do surto de uma pessoa desequilibrada e violenta, geralmente há derramamento de sangue inocente.

Os números são alarmantes: 50.000 assassinatos por ano! Precisamos tirar a arma desses assassinos, precisamos tirar do jogo esses covardes! Para ilustrar o texto o caso do surfista que foi fuzilado por uma pessoa que certamente não poderia andar armada... 




quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Plano Diretor? O que é isso?




O Plano Diretor é o instrumento básico da política de desenvolvimento do Município. Sua principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural na oferta dos serviços públicos essenciais, visando assegurar melhores condições de vida para a população.

Por que fazer o Plano Diretor ?

Por exigência constitucional, para municípios com mais de 20.000 habitantes, o plano objetiva uma melhor qualidade de vida para todos.


Como é feito ? 



Por iniciativa do Prefeito, discussão com a comunidade, para ser transformado em lei pela Câmara Municipal.



Quem participa ? 

O Prefeito Municipal
A população
A Câmara Municipal

O que proporciona?  

O plano reflete os anseios da comunidade e indica os caminhos para uma cidade melhor.

O que se espera do Plano Diretor?

Que proponha meios para garantir e incentivar a participação popular na gestão do município.

Que aponte rumos para um desenvolvimento local economicamente viável, socialmente justo e ecologicamente equilibrado.

Que proponha soluções para a melhoria da qualidade da gestão pública local, tornando-a mais apta a utilizar os recursos públicos e a prestar melhores serviços à população.

Que apresente diretrizes e instrumentos para que os investimentos em saneamento, transporte coletivo, saúde, educação, equipamentos urbanos, habitação popular sejam adequadamente distribuídos e beneficiem toda a população.

Que proponha diretrizes para proteger o meio ambiente, os mananciais, as áreas verdes e o patrimônio histórico local.


E o que é que nós estamos esperando para termos o nosso Plano Diretor?
Ei! Psiu! Acorda ai colega!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Opinião X Ciência

Será que existe um antagonismo entre opinião e ciência?
Que tal tentarmos contornar ambos conceitos?
Podemos?

Começaremos com OPINIÃO e o seu significado no dicionário, depois com CIÊNCIA. A partir daí, poderemos tentar responder as perguntas.


opinião 

o.pi.ni.ão 
sf (lat opinione1 Maneira de opinar; modo de ver pessoal; parecer, voto emitido ou manifestado sobre certo assunto. 2 Asserção sem fundamento; presunção. 3 Conceito, reputação. 4 Juízo ou sentimento que se manifesta em assunto sujeito a deliberação. 5 Capricho, teimosia. O. pública, Sociol: juízo coletivo adotado e exteriorizado por um grupo ou, em sociedades diferenciadas e estratificadas, por diversos grupos ou camadas sociais.


fonte: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=opini%E3o


ciência 

ci.ên.cia 
sf (lat scientia1 Ramo de conhecimento sistematizado como campo de estudo ou observação e classificação dos fatos atinentes a um determinado grupo de fenômenos e formulação das leis gerais que os regem. 2 Erudição, instrução, literatura. 3 Soma dos conhecimentos práticos que servem a determinado fim. 4Conhecimentos humanos considerados no seu todo, segundo a sua natureza e progresso. Bel-art Tudo o que se pode reduzir a regras e preceitos. C. básica: cada uma das ciências como Anatomia, Fisiologia, Bacteriologia, Patologia ou Bioquímica, fundamentais para o estudo da Medicina. C. cristã:misto de religião e medicina mental fundado nos Estados Unidos em 1866, segundo o qual todas as causas e efeitos são mentais, sendo possível destruir males e sofrimentos pela fé. C. de algibeira: saber superficial dos semiletrados: "Contestei a ciência de algibeira dos meus examinadores" (Rui Barbosa). C. de estado: estatística, política. C. de simples inteligência:faculdade inerente a Deus, pela qual ele se conhece a si mesmo. C. do coração:conhecimento e explicação de tudo o que está relacionado com o sentimento. C. do mundo: conhecimento das coisas práticas da vida. C. do ser: ontologia. C. infusa: a) que se crê vinda de Deus por inspiração; b) conhecimentos adquiridos sem ensinamentos, naturalmente. C. Social: ciência da organização e do desenvolvimento das sociedades. Ciências exatas: as que somente admitem princípios, consequências e fatos rigorosamente demonstráveis. Ciências físicas: as que estudam a natureza dos corpos, as leis que os regem, as forças que neles atuam e os fenômenos que delas resultam. Ciências morais: as que se ocupam dos sentimentos, pensamentos e atos do homem. Ciências naturais: as que tratam dos fenômenos e dos seres que constituem o mundo físico ou natureza, como a Botânica, a Zoologia, a Mineralogia. Ciências ocultas: pretensas ciências, cujo conhecimento era vedado ao vulgo: a astrologia, a cabala etc. De ciência certa: a) com perfeito conhecimento de causa; b) com base em verdadeiras informações.


fonte: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=ci%EAncia

Ao meu ver, existe uma grande distância entre a opinião e a ciência, chego a concordar que existe de fato um antagonismo. O motivo desse confronto de conceitos é muito simples e pode ser útil no nosso dia a dia, é que algumas pessoas opinam como se estivessem fazendo algum tipo de pronunciamento científico, e invariavelmente cometem equívocos, erros crassos.
Não o fazem por mal, na verdade estão tão cheios de certeza, preguiça de ler e estudar, e por conseguinte acabam "cientificando" opiniões absolutamente pessoais. Vou tomar como exemplo um post que li recentemente, nele a pessoa tentava, a todo custo, refutar um conceito em curso, com uma opinião de uma outra pessoa, alheia ao meio intelectual em questão. Qualquer pessoa pode ter uma opinião formada sobre Arte Contemporânea, inclusive um mendigo não é mesmo? Então, todos temos a liberdade de emitir opiniões sobre tudo, porém, essa mesma ideia só será considerada como válida se houver algo próximo de uma comprovação, ou seja, ciência.


ou



Eu gosto de ambos trabalhos, são magníficos e pertinentes ao seu tempo. Marylin de Andy Warhol é um exemplo de como um retrato pode ser trabalhado de maneira inusitada e criativa, da mesma maneira é o trabalho de Ingres, imbatível no seu tempo e difícil de ser igualado hoje em dia. Para Ingres (como para Warhol...) o retrato não é um trabalho duro e metódico, há a possibilidade de se compor com as linhas da figura, enfatizando-as em apenas algumas áreas do trabalho. Isso sim é um retrato de um artista, pois ele usa a ciência da composição ao invés de apenas copiar. Notem que ele trabalha bem o lado esquerdo do rosto e alguns detalhes da gola da capa que a figura está usando, todo o resto está resolvido com poucos detalhes o que torna a obra leve e dinâmica através da sua composição. Isso não é uma opinião, isso é leitura de imagem, isso é ciência.

Então amados, estudem muito, pois quanto mais estudarem mais próximos da ciência estarão, e longe de opiniões...