sábado, 30 de novembro de 2013

Quase tudo pronto para o espetáculo

Bom amigos, com as últimas publicações em diário oficial só nos resta esperar o espetáculo. Que espetáculo? Bom, não serão construídas as mega-academias de ginástica e nem serão chamados para trabalhar os maravilhosos profissionais das diversas áreas artísticas, como alguns chegaram a publicar em seus micro-blog´s. O que nos espera é a construção de um presídio com capacidade para mais de 500 detentos. 
Eu posto para vocês uma matéria que saiu em um blog da região, um blog muito bom e com o compromisso com a verdade dos fatos:

QUINTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2013
Construção de Presídio no Carmo parece estar próxima de se tornar realidade.

Segundo publicação no Facebook, postada por Matheus Tavares, uma equipe de funcionários da prefeitura de Carmo reuniu-se com funcionários da construtora que ganhou a licitação para construir o presídio naquela cidade. De acordo com a postagem, o local será no antigo lixão, dentro da Fazenda Livramento, perto da Colônia Teixeira Brandão. A publicação afirma que o engenheiro da construtora mostrou a planta do presídio na frente de todos, inclusive do vice-prefeito Cesar Ladeira que estava presente no local. Entre outras declarações, Cesar disse que o presídio prevê a construção de 84 celas que abrigarão 504 detentos.

Fonte: Carlos Roberto Banjo

Não fiquem apavorados, nem tudo parece ser o que é! Eu, como é de costume, gosto de fazer uma pesquisa antes de emitir a minha opinião, e fiz uma a respeito do assunto. O que eu conclui? Nada de mais, nada mesmo, o que tem acontecido nas pequenas cidades do interior de São Paulo tem toda a chance de se repetir aqui. Como eu não gosto de entregar tudo, vou apenas citar o que eu achei de mais pertinente, ao final eu colocarei os link's para que você pense por si mesmo. Ora ora, sou professor e prefiro que vocês façam suas próprias considerações.

Bom, vamos lá:

  • A figura do Agente Carcerário fica em evidência nessas cidades, afinal como a maioria das pessoas está pendurada nos cargos da prefeitura, o agente carcerário recebe do Estado, e recebe muito bem se comparado com o soldo dos funcionários dos municípios;
  • O comércio ganha com os presídios, os hotéis e pousadas irão receber muitos visitantes, na sua maioria familiares dos detentos e alguns amigos. Quem trabalha com entrega de comida também sairá ganhando, tanto os que fornecerão as quentinhas para o presídio  quanto os que fornecerem para terceiros entregarem aos seus entes queridos.
  • O uso de expressões que antes se restringiam aos bandidos são absorvidas pelos habitantes, ou seja, novas palavras irão compor o nosso colóquio. Quem sabe agora a palavra MEGAOPERAÇÃO tenha o seu significado correto. 
  • As cidades que antes eram tranquilas ficam agitadas. Quem não gostava do Carmo  porque achava tudo muito parado agora vai gostar!
  • O número de habitantes subiu em médias 5%, o que fará com que os aluguéis que já eram caros e fora de contexto ficarem mais caros e surreais.
  • Quem sabe o número de Vereadores aumenta por conta dessa migração?



quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Estudar, estudar e estudar!

Não conheço outra forma de crescer profissionalmente sem os estudos, não mesmo. Outro dia, em uma das escolas que leciono, elogiei uma aluna e disse a ela: "Poxa! Você tem o perfil de uma professora!". Sabe o que ela me respondeu? Ela disse: "Que isso Tio, não quero ser uma professora, os professores ganham muito mal!".

Diante do que ela disse e das risadas eu pensei, pensei muito antes de dar uma resposta. Em tese ela está certa, a maioria de nós se acomoda, possui apenas uma matrícula e não continua estudando. Os professores federais ganham bem, os estaduais tem que correr atrás para complementar o seu salário e os municipais... bom, dependendo do município o magistério pode ser uma furada.


Será que é essa a solução? Vamos ver o que o Reinaldo Azevedo pensa a respeito disso:

O Brasil investe em educação um percentual do PIB de Primeiro Mundo e colhe um resultado de Terceiro. É dinheiro que falta? Não! É competência mesmo! Mas não se diga isso na era petista…

Ainda ontem, com o rosto — e, possivelmente, o pensamento — paralisado pelo botox, Carlos Giannazi, candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL (o partido em que Caetano & Chico vão votar no Rio), defendia, num debate, que o governo passe a investir 10% do PIB em educação… É uma boçalidade! As coisas são simples assim: esse dinheiro não existe. Se existisse, dada a atual estrutura, seria o mesmo que jogá-lo pela janela. Aliás, é bem provável que, nessa hipótese, ele fosse mais bem aproveitado.
O Brasil é a sétima economia do mundo e investe na área 5,7% do PIB. É muito dinheiro. Só que é mal aproveitado, e o resultado é pífio. Entre outras razões, há um permanente boicote a todo e qualquer esforço feito em favor da qualidade. Em São Paulo, o então governador José Serra instituiu um sistema de promoção de professores por mérito e de qualificação dos profissionais. A Apeoesp, comandada pelo PT, foi à greve. Opôs-se até mesmo à definição de um currículo mínimo para as escolas. Livros foram queimados em praça pública. Os esquerdopatas querem mais salário, mas recusam qualquer programa que avalie seu desempenho. Os prejudicados são os alunos.
Aí aparecem, então, as soluções miraculosas — as “chalitices” e “mercadantices” da vida, como “escola em tempo integral”, “escola da família”, “escola com tablet”… Só não se fala numa escola com professor capacitado e submetido a uma avaliação constante do seu trabalho, que premie a competência e puna a incompetência, como em qualquer área da vida. Os sindicatos, tomados por petistas e esquerdistas ainda piores, não deixam.
Pois bem. Reproduzo abaixo uma nota publicada na Exame.com. Em relação à porcentagem do PIB, o Brasil investe em educação mais do que muitos países superdesenvolvidos. Mas está lá atrás na fila da qualidade. Leiam.

Tramita no Congresso Nacional uma proposta para fazer o volume de recursos para a educação chegar a 10% do PIB nacional. Hoje, o Brasil investe 5,7% — um dos índices mais altos entre os 42 países membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a frente de Reino Unido, Canadá e Alemanha, por exemplo. Na semana passada, a organização lançou um relatório sobre os gastos em educação de várias nações. Investir um décimo de toda a riqueza produzida no país deixaria o Brasil em primeiro lugar no ranking, acima da Islândia, que investe assombrosos 7,8% do PIB em educação hoje.
Esse número considera, além dos investimentos nas instituições de ensino, gastos governamentais com bolsas e programas de apoio aos alunos. Apesar do investimento brasileiro ser próximo da média dos países da OCDE, o país se encontra somente em 53º lugar — de um total de 65 — no Pisa, um programa de avaliação da qualidade da educação da mesma organização.
Ou seja, maiores investimentos não necessariamente acompanham, na mesma proporção, uma melhora no desempenho dos estudantes. O Brasil é o 15º que mais investe o PIB na área na lista da OCDE. Os lanternas no ranking foram Indonésia (investimento de 3% do PIB), Índia (investimento de 3,5%), Japão (3,8%), Eslováquia (4,1%) e República Tcheca (4,4%).


fonte: clique aqui

E você? O que você acha?

sábado, 23 de novembro de 2013

Perdendo a linha...

Quantos casais conseguem superar uma separação ou um divórcio? Pergunta difícil não é? 

Independente do seu nível cultural ou econômico, muitos casais não conseguem atravessar o deserto da separação, nessa hora instaura-se uma guerra, uma guerra aonde todos acabam perdendo. As vezes ficar longe do companheiro não é o suficiente, afastá-lo da sua casa passa ser a única saída para evitar a violência daqueles que acham ser donos dos outros. Isso é mais comum do que se imagina, é só ler as páginas policiais e ver quantas mulheres são assassinadas pelos seus ex-maridos.

O que resta para muitos adolescentes é assistir a uma guerra sem fim, uma briga sem limites pelos direito da guarda, e em alguns lugares a cidade parece torcer pelo pior, ninguém ajuda e não quer se meter repetindo a frase mais cafona e ridícula do mundo: "Briga de marido e mulher ninguém mete a colher".  O assunto rendeu um documentário que você pode assistir aqui.



É para assistir ao documentário, e não para assistir ao inferno dos outros sem ajudar! A sociedade precisa amadurecer e entender que esse tipo de problema é mais comum do que se imagina, e que muitos adolescentes sofrem silenciosamente com a briga dos pais

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Exposição dos trabalhos do Dia da Consciência Negra

Foi um sucesso, o 9º ano do ensino fundamental do turno da tarde da Escola Varella montou a exposição logo na entrada, e olha só como ficou:









Aproveito para agradecer a professora Vânia que sempre ajuda as aulas de artes emprestando os seus lápis de cor, sem eles nada disso teria sido possível, muito obrigada!

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Atividade para o "Dia da Consciência Negra"

Estou partilhando os arquivos que utilizei para a atividade com o Dia da Consciência Negra, são arquivos já montados no word e imagens trabalhadas no photoshop. Você poderá colorir uma lista de negros famosos no Brasil e no mundo, é sucesso garantido! Você deve ter visto o resultado em um post anterior, mas por via das dúvidas eu mostro como é a atividade:

1- Primeiro você pede aos alunos colorirem as imagens abaixo, para algumas personalidades eu já montei no word toda a sequência já numerada para facilitar na hora de recortar e montar no papel  pardo. Na sequência abaixo a Benedita.

benedita 1

benedita 2

benedita 3

benedita 4

benedita 5

benedita 6

benedita 7

benedita 8

benedita 9

benedita 10

benedita 11

benedita 12

A imagem original que baixei na internet



O resultado final, os alunos utilizaram lápis de cor e muita imaginação. A ideia é que a imagem tenha a aparência de um trabalho feito por um artista da POP ART, tudo bem colorido. Eu gosto do resultado, na verdade eu gosto das perguntas que surgem: Mas eles não são negros? Para que tanta cor? Posso usar qualquer cor?

Claro que pode, deve usar todas as cores, todas são lindas!

Para baixar os arquivos é só acessar pelo link abaixo:

Outro exemplo:











Olha o síndico do Mundo!!!




Inclusão - Você trabalha com o tema em sala de aula?

Falar da turma do 7º ano do ensini fundamental da Escola Rogelma é um hábito, uma rotina maravilhosa onde eu acabo aprendendo mais que ensinando. Nossa espetacular apostila da Positivo nos convida a trabalhar com o tema "Inclusão", e olha, é um desafio muito prazeiroso.

Nós enfrentamos o desafio com muita alegria e trabalho, nós temos o Vitor, ele é muito especial para nós. Com todos os ingredientes na sala fomos para a atividade, e o resultado você assiste agora:

video

Todos foram brilhantes, obrigado pela entrega nas apresentações.




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Desenho e modelagem - trabalhando os volumes

Desenvolver a percepção de volume, claro-escuro e perspectiva é de fundamental importância. Nossos alunos precisam desenvolver e aprimorar essa inteligência, ela é chamada de inteligência espacial.

"A inteligência espacial é a capacidade de formar modelos mentais (imagens) e operar com tais imagens. A imagem não é necessariamente visual, pode ser construída uma imagem tátil, por exemplo, que é o que geralmente faz uma pessoa cega ao tatear objetos. Esta inteligência lida com atividades como as artes visuais, a navegação, a criação de mapas e a arquitetura.
Enquanto o hemisfério esquerdo do cérebro tornou-se mais lingüístico durante a evolução, o hemisfério direito especializou-se no processamento espacial. A principal área cortical que controle toda esta questão espacial é a região têmporo-paríeto-ocipital. Uma lesão em tal área impede que o lesionado consiga interpretar os ponteiros de um relógio, encontrar sua posição em um mapa ou então orientar-se dentro de espaços fechados. Fica claro o quanto esta a região têmporo-ocipto-parietal é importante para uma inteligência espacial. (LURIA, 1981, p.24)
Engenheiros, escultores, cirurgiões plásticos, artistas gráficos e arquitetos dependem desta inteligência para atuarem com êxito".


Para trabalhar essa inteligência com os nossos alunos foi preciso recorrer ao desenho de observação e a modelagem, as duas atividades se complementam e qualquer curso sério de desenho não pode deixar de explorar essas duas atividades, como podemos ver nas imagens abaixo:

Primeiro desenhamos as formas no quadro, indicando os volumes através do claro-escuro





Muitos alunos tem dificuldade de desenhar o cubo, é comum acontecer erros na perspectiva.









Quando os alunos modelam a forma eles adquirem mais informações a respeito dos abjetos, isso vai ser decisivo na melhoria da percepção, fazendo com que os próximos desenhos fiquem ainda melhores. Outra estratégia é usar o papel para fazer os objetos como o cubo e o triângulo.

Dia da Consciência Negra

Estamos nos aproximando do Dia da Consciência Negra, e mais do que um feriado é um dia para fazermos uma reflexão. Qual é a importância da cor? O que de fato ela transmite? Bom, podemos começar por ai, refletindo o que realmente tem sido feito para tentar corrigir as injustiças de um passado bem recente.

Os alunos das escolas do nosso município tem feito trabalhos maravilhosos com os ídolos negros, eles pintam com a cor que lhes tocam, e a cor provoca um diálogo com o desenho. O resultado você vê aqui, no nosso blog: