Páginas

domingo, 8 de abril de 2012

Artista X Artesão

Tenho um aluno, ele vive no oculto (é tímido), que possui muitas dificuldades, para falar a verdade, ele mal consegue falar e pensar, se apropria das ideias dos outros e  não constrói nada com isso. Uma pena né! Ele pediu que eu explicasse a ele a diferença entre o Artista e o Artesão, e eu fiz a pesquisa que ele não fez, é que ele é muito preguiçoso. Então galera, vamos aproveitar a dúvida do amiguinho "oculto" e tentar explicar a diferença entre um Artista e um Artesão.

Está na Rede:

By Outsider

"Artesão" corresponde mais ou menos à palavra inglesa craftsman. É alguém que trabalha especialmente com as mãos, de acordo com métodos tradicionais, e que se dedica a produzir mais que a inovar.

"Artista" é sobretudo um inovador; alguém que procura fazer algo de único e pessoal, um criador. Por outro lado, os artistas não estão limitados às artes plásticas. Um actor também é um artista, como também um músico, um escritor, um humorista, ou talvez até um ilusionista.

Esta distinção é relativamente moderna. Só se implantou no século XIX, como o Romantismo, quando apareceu a ideia de que a arte, mais que um conjunto de conhecimentos e técnicas, era uma forma de expressão individual. Desnecessário será dizer que essa concepção de arte continua a ser debatida até os dias de hoje.

By Fran Paris

Artesão : Pessoa que geralment trabalha por conta própria e utilisa técnicas que são conhecidas e geralmente codificadas, em dominios geralmente ligados à matéria.

Artista: Como indicou, artista é aquele que cria, não sómente através da matéria mas também da expressão fisica e intelectual. Se em alguns dominios as técnicas são conhecidas e codificadas, a inovação com que este contribui para esse dominio é geralmente o traço do artista.   

------------------------------ 

Acho que está claro não? Se você não se enquadra no perfil de artista, não tem problema, ser um artesão é algo muito especial. Ecoar a criatividade alheia é também um trabalho de peso. Copiar, ou mimetizar o mundo real é o básico do ser humano. Ele (o ser humano) faz isso desde a época das cavernas. Representar o visível está muito mais compromissado, relacionado com o "comunicar" do que o expressar, que está mais ligado ao sentir. Para mim, a arte é uma mistura desproporcional, ou seja, 10% de representação com 90% de expressão, ou se preferir, sensação.

Um comentário:

  1. Fala tio Ed!tava fazendo o trabalho e achei seu blog,V.Olivares aqui.

    ResponderExcluir